Google Trends de hoje – quarta-feira, 13 de julho de 2016

Consultar nome no Serasa gratuitamente

 

Serasa Consumidor

A Serasa Experian lançou um serviço gratuito na internet para você consultar se está entre os 60 milhões de brasileiros inadimplentes.

Pelo site ou pelo aplicativo Serasa Consumidor, dispoinível para Android, é possível consultar nome no Serasa gratuitamente e conferir se você está com o nome sujo por causa de uma pendência financeira.

Limpa Nome Online

No mesmo canal, também dá para renegociar dívidas atrasadas diretamente com o credor, se a empresa participar do programa Limpa Nome Online. A ferramenta também reúne informações como telefones, endereço e e-mail dos credores.

 Para consultar seu CPF, o consumidor precisa preencher um cadastro. Para garantir que somente ele tenha acesso às suas informações, é necessário fornecer o número de celular para receber um código de validação de SMS e autenticá-lo ao entrar no serviço online.

A consulta gratuita ao nome sujo já era permitida antes pelo Boa Vista SCPC, por meio do site Consumidor Positivo.
Fonte http://ift.tt/29Ks7jO

Como acessar WhatsApp Bloqueado

whatsapp-vpn

Se você quiser se conectar ao WhatsApp é possível usar aplicativos que simulam que a conexão vem de outro país. As famosas VPN’s

“As conexões que partem do Brasil serão bloqueadas. Se a pessoa quiser, ela tem que usar um proxy server, que a conexão parte como se fosse de fora do país.”

A tecnologia não é ilegal e existem vários apps nas lojas de aplicativos do Google, Apple e Windows Phone. Eles são aplicativos de redes privadas virtuais, chamados de VPN, na sigla em inglês, que são como redes fechadas dentro de uma maior aberta, ou de proxies (plural de proxy, que são servidores/máquinas que fazem a intermediação do acesso a páginas na web).

Entre os aplicativos é possível baixar o Hola (iTunes http://zip.net/bqsy9x e Google Play http://zip.net/bmsykL), VPN by Private Internet Access (Google Play http://zip.net/bwsxXx), VPN Master (Google Play http://zip.net/bpsyYP), Hideman VPN (Google Play http://zip.net/bssyFv e iOS https://www.hideman.net/) e Your Freedom (http://zip.net/brrXR0).

“O problema é que seus amigos também precisam usar um aplicativo desses para se comunicar. Como muita gente não sabe usar estes apps, provavelmente vai parecer um rede zumbi, com dois, três usuários”, diz  Jaccon.

Fonte: Uol Tecnologia

 

WhatsApp bloqueado de novo

WhatsApp-bloqueado

WhatsApp afirma ter cooperado com Justiça e se decepciona com bloqueio

O WhatsApp, que foi bloqueado nesta segunda-feira (2) por determinação judicial, informou ter cooperado com a Justiça brasileira e se disse decepcionado com a suspensão do app no país. Esta é a segunda vez que o aplicativo de mensagens fica fora do ar no país, a primeira foi em dezembro de 2015.

“Depois de cooperar com toda a extensão da nossa capacidade com os tribunais brasileiros, estamos desapontados que um juiz de Sergipe decidiu mais uma vez ordenar o bloqueio de WhatsApp no Brasil”, afirmou a empresa por meio de uma nota.

Segundo o WhatsApp, a decisão “pune mais de 100 milhões de brasileiros que dependem do nosso serviço para se comunicar e administrar os seus negócios para nos forçar a entregar informações que afirmamos repetidamente que nós não temos”. A companhia voltou a dizer que não tem as informações solicitadas pela Justiça brasileira.

Continue reading

Fenômeno “lua azul”

Apesar do nome, satélite não ficará azul; termo é apenas uma referência para falar da segunda lua cheia em um mesmo mês

O mês de julho acaba nesta sexta-feira (31) com uma bela “lua azul”, apelido moderno para falar sobre a segunda lua cheia de um mesmo mês. As informações são do site “Washington Post”.

lua_azul

A lua não vai ficar realmente azul. Mas então, por que ela recebeu esse nome? A resposta é curta: não pergunte, pois se trata de uma teoria tortuosa e desconcertante. Com base em vários tipos de regras que incluem interpretações sazonais, calendário eclesiástico e desinformação da mídia transmitida por várias gerações.

Em 2006, Donald W. Olson, Richard Fienberg e Roger Sinnott escreveram um artigo para a revista Sky & Telescope chamado “O que é uma lua azul?” a fim de explicar o fenômeno.

Os astrônomos e editores realizaram um diálogo virtual dentro de suas páginas por anos discutindo interpretações do fenômeno, que acabou sendo explicado pura e simplesmente como a segunda lua cheia de um mesmo mês.

Fonte: IG