Vídeo íntimo da atriz Laura Keller vaza na web

laura kellerUm vídeo íntimo da atriz Laura Keller, que interpreta a personagem Luiziane na série “Pé na Cova”, da TV Globo, vazou na web. Ao G1, por meio de sua assessoria de imprensa, a atriz confirmou a veracidade das imagens e disse que quer descobrir o responsável por espalhar as imagens na internet.

“Infelizmente sou mais uma vítima da invasão de privacidade que sofremos atualmente. Minha intimidade diz respeito apenas a mim e a meu marido. Estamos investigando e espero que a lei “Carolina Dieckmann”, que torna crime a invasão de aparelhos eletrônicos, possa nos ajudar”, afirmou.  (G1)

Até aí, nada demais, porém o interessante é quando vem as suspeitas de vazamento intencional, para chamar a atenção como muitos jogam nos comentários.

Mas olhando pelas pesquisas do Google na última semana, será que levanta alguma suspeita de que “este método” seja eficaz, afinal, veja o quanto o número de pesquisas aumentam quando uma notícia destas sai. Depois tire suas conclusões 🙂

Facebook pagará por vídeos

Facebook desafia YouTube e pagará criadores de vídeos publicados no site
Rede social vai dividir faturamento de publicidade associada aos vídeos.
Só nos EUA, receita do segmento deve ser de US$ 7,7 bilhões em 2015.

O Facebook lançou uma ofensiva nesta quinta-feira (2) contra o domínio do YouTube sobre a publicação de vídeos online. A rede social anunciou que passará a dividir a receita com os criadores desse tipo de conteúdo.

O novo modelo de publicidade em teste é parte dos “Vídeos sugeridos”, função criada para sugerir clipes com base com a atividade do “feed” de notícias.

“Fizemos um novo teste de vídeos sugeridos, que permite às pessoas encontrar vídeos similares aos de que gostaram”, afirmou um porta-voz da empresa.

facebook-video-g1

Com isso, o Facebook poderá oferecer a editores de vídeo 55% da receita decorrente da publicidade associada à visualização do anúncio. Os anúncios serão inseridos entre os clipes, e os editores de vídeo serão remunerados de acordo com a duração deles.

O Facebook não revelou o valor dos anúncios de vídeo. O som será ativado automaticamente para os anúncios, o que não acontece hoje.

Leia mais no G1 Tecnologia

Como bloquear alguém no WhatsApp

Como bloqueio ou desbloqueio um contato?

Você pode parar de receber mensagens e ligações do WhatsApp de certos contatos, só é preciso bloqueá-los. Não sabe bem o que acontece quando você bloqueia alguém? Saiba mais aqui.

Para bloquear um contato em seu telefone Android:

  1. Abra o WhatsApp e acesse sua tela de Conversas.
  2. Toque no Botão de menu > Configurações > Conta > Privacidade > Contatos Bloqueados.
    • Essa página exibe todos os contatos que você bloqueou.
  3. Toque no ícone Adicionar contatos bloqueados no canto superior direito.

Quando você receber uma mensagem inicial de um contato desconhecido, você verá a opção Denunciar como spam e bloquear. Isso fará com que esse usuário seja reportado e o mesmo será adicionado à sua lista de contatos bloqueados. Se você desejar apenas bloquear esse contato, simplesmente toque no Botão Menu > Mais > Bloquear.

Se desejar desbloquear alguém, pressione e segure o contato na tela Contatos Bloqueados e selecione Desbloquear.

Para bloquear um contato desconhecido, abra a conversa, role até o alto e toque emBloquear.

Aprenda a bloquear e desbloquear contatos em: iPhone | BlackBerry | Nokia S40 | Nokia S60 | Windows Phone | BlackBerry 10.

Abraços,
Equipe de Suporte do WhatsApp

Fonte: WhatsApp Faq

Acessar Facebook bloqueado na Empresa ou Escola

Se você já tentou as 10 maneiras para Facebook bloqueado e outros sites, veja abaixo, dicas específicas para o Facebook, para conseguir bular e liberar o acesso.

Quando foi dito o primeiro post sobre o assunto, visava evitar um bloqueio que a justiça estava ameaçando ao YouTube.  O que valeria para acessar da sua casa. Já no ambiente de trabalho ou escola regra é clara, se você recebeu uma mensagem de que o site não está nas regras para acesso, que seu conteúdo foi bloqueado, é porque tem uma norma interna que o restringe. Assim, o melhor seria evitar. Mas se quiser continuar por sua conta e risco, siga alguns passos abaixo que podem auxiliar nesta tentativa.

Lembrando que muitos dependem de falhas  nas configurações dos servidores, então não é garantido que funcionará, vá tentando uma a uma até encontrar a que dê certo ao seu caso.

facebook-bloqueado

 

1 – Acesse pelo IP

Para encontrar o site que você deseja ir, o navegador precisa de um servidor que converte o nome para um endereço IP. Muitas vezes a restrição fica apenas no nome e esquecem de bloquear o IP do site.  Então na barra de endereço do navegador, digite os números abaixo e não o nome do site (facebook.com):

IP do Facebook:
Host Name : facebook.com
IP Address : 173.252.120.6
Location : United States

2 – Tente uma variação na URL

Normalmente as regras são rígidas, ou seja, o servidor verificará apenas se você chamou “http://facebook.com“. Fazendo uma pequena modificação para https, talvez você consiga acesso. Talvez seja a com menor chance de funcionar, mas vale o teste. Digite https://facebook.com e veja o resultado. O https, é o mesmo protocolo http com uma camada de segurança.

3 – Servidores Proxy

Como na dica 6 do outro post, utilizar um servidor proxy pode resolver o problema. Porém, pode adicionar outros problemas indesejados. Primeiro porque os servidores proxys mais famosos provavelmente estarão bloqueados, restarão alguns muito pouco confiáveis. Basicamente um servidor proxy pega seu pedido e o redireciona ao site pedido. Ou seja, neste caminho ele tem acesso a todas as informações que você digitar, acessar, enfim, é preciso confiar para fazer uso.

Por exemplo, ao acesso pelo Vtunnel, o Google já emite antes um alerta como mostrado abaixo:

vtunnel google proxy problem

Nada mais claro do que esta mensagem!

Se mesmo assim, você quiser arriscar, veja alguns serviços abaixo:

http://www.kproxy.com/ – um dos melhores

http://www.freeproxy.net/ – sem mensagem de alerta

http://www.vtunnel.com/ – com problema acima

http://ZfreeZ.com – ums dos primeiros resultados do Google e também com tentativa de ataque

4 – Programas de terceiros

Utilizar programas como o UltraSurf podem resolver. O primeiro problema será instalá-lo!  A maioria destes programas precisa de permissões específicas na máquina onde vai ser instalado e provavelmente seu usuário não terá tal permissão. Em todo caso, faça o teste, baixe o programa e tente a instalação, se funcionar, pode ser que consiga acessar diversos outros sites.

5 – Tor

Tor é um software livre e de código aberto para proteger o anonimato pessoal ao navegar a Internet e atividades online, protegendo contra a censura e protegendo a privacidade pessoal.  Ficou muito famoso pelo seu uso pelo Edward Snowden, o programa que faz uso desta rede, pode ser baixado no site do projeto
https://www.torproject.org/ mas a partir daí, você dependerá das mesmas permissões para instalar outros programas, se o seu perfil não tiver tais permissões não será possível a instalação. Mas vale o teste.

Alguma dica funcionou ou nenhuma delas? Deixe seu comentário!

Cancelar envio de e-mail no Gmail

Cancelar envio de e-mail no Gmail ficou mais fácil com botão ‘desfazer’

Cancelar o envio de e-mail sempre foi um desejo dos usuários. Na segunda-feira (22), o Gmail, enfim, tornou a opção nativa. O desejado recurso, que antes estava presente apenas na área de testes Google Labs e no app Inbox by Gmail, permite ‘desfazer’ o envio de mensagens até 30 segundos após a ação – e já salvou muita gente. Veja como ativar o cancelamento de envios na versão do Gmail para desktop.

Quem não tinha a funcionalidade ativada através do Gmail Labs perceberá que o cancelamento de envio está desativado por padrão. Para usá-lo, basta ir na aba “Geral” das configurações do servidor e marcar a caixa “Ativar o cancelamento de envio”. Também é possível escolher os segundos de delay.

cancelar-envio-gmail

30 segundos para ‘se salvar’
O usuário pode definir o tempo limite para que o cancelamento seja feito, gerando um atraso (delay) no envio, com opções de cinco, dez, 20 ou 30 segundos.
Embora o Google afirme que a função será lançada em duas semanas, grande parte das caixas de mensagem já receberam a atualização. Para quem já tinha o recurso ativado pelo método anterior, nada mudará.
Cancelar e Desfazer
Quando o Gmail estiver enviando, o link no topo da página aparecerá como “Cancelar”. Após alguns segundos, depois de enviar para a “Caixa de Saída”, o botão se transforma em “Desfazer”.

Fonte: TechTudo